• Proteção Especial da Roseira Velha
  • Fazenda Boa Vista
  • Museu Histórico de Roseira
  • Pátio das Artes
  • Reserva Ecologica da Fazenda Boa Vista
  • Proteção Ambiental da Bacia do Rio do Paraíba

Outros Pontos de Interesse Turístico:

Capelas:

  • Capela de Nossa Senhora da Piedade
  • Mosteiro da Sagrada Face
  • Igreja Matriz da Sant’ Ana
  • Igreja São Jose
  • Igreja Santo Antonio
  • Igreja Nossa Senhora da Aparecida
  • Igreja São Benedito

 Estação:

  • Estação Ferroviária

Área sobre Proteção Especial da Roseira Velha:
Área de preservação estadual criada em 1987 com 84 ha de mata nativa.

Fazenda boa Vista:
Primitivo engenho de açúcar e aguardente na segunda metade do século XVIII transformou se em fazenda produtora de café no século XIX. Após a decadência do café, inicio a cultura de arroz e a criação de gado. Conserva as senzalas, trulhas que serviam para guardar café e algumas dependências domesticas com as paredes externa construídas de taipa-de-pião. Nela encontra-se a Trilha a Independência, antigo caminho rela que ligava São Paulo ao Rio de Janeiro, passagem de tropas e tropeiros e o marco comemorativo da passagem da comitiva do Príncipe Dom Pedro em 1822. Atualmente promove eventos culturais e visitação programada.
Museu histórico de Roseira:

Ecomuseu- Fazenda Boa Vista: Instalada na Fazenda Boa Vista, promove exposições periódicas.
Acervo: Tanque das Negras, Rochas graníticas, arvores centenárias (Figueira do Imperador), chafariz e todo seu conjunto. Localização: Fazenda Boa Vista, Rodovia Presidente Dutra, km 77, Roseira Velha – Tel: 246-1360.

Pátio das Artes:
Instalada na Fazenda Boa Vista, promove eventos culturais numa área com capacidade para 300 pessoas. Localização: Fazenda Boa Vista, Rodovia Presidente Dutra, km 77, Roseira Velha – Tel: 246-1360.

Reserva Ecologica da Fazenda Boa Vista:
Área de preservação com 10 ha de mata nativa criada em 1978. Integrada a Área de Proteção Ambiental de Roseira Velha, criada pela Prefeitura Municipal e a Área de Proteção Especial da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo. É uma propiedade particular e cobra ingresso para visita.

Área de Proteção Ambiental da Bacia do Rio do Paraíba:
Área de preservação com 367.000 ha, criada em 1982, abrange as terras dos Municípios de:

  • Arujá
  • Aparecida
  • Areias
  • Caçapava
  • Roseira
  • Taubaté
  • Tremembé
  • etc…

Capela Nossa Senhora da Piedade:
Localização: Roseira Velha
Mosteiro da Sagrada Família:
Construção de 1970, em estilo medieval e representa a réplica de um castelo italiano. Abriga imagens trazidas da Europa e oferece a exposição do Milagre da Sagrada Face. Localização: Estrada dos Oblastos, km 1

Igreja Matriz da Sant’Ana:
Construção de 1878 e reformada em 1994 com estilo moderno.
Localização: Praça Sant’Ana, 446, Centro.

Igreja São Jose:
Construção de 1988.
Localizada: Bairro do Barretinho.

Igreja Santo Antônio:
Localização: Bairro Vargem Grande.

Igreja Nossa Senhora da Aparecida:
Localização: Vila Prado.

Igreja São Benedito:
Construção de 1917 em estilo neoclasico. Localização: Pedro Leme.


roseira91Estação Ferroviária do Estado de São Paulo
Ramal de São Paulo – km 308,430
Uso atual: n/d
Data de construção do prédio atual: n/d
C/RSP-41
Inauguração: 27.03.1877 com trilhos

HISTÓRICO DA LINHA:

E.F. do Norte: Em 1869, foi constituída por fazendeiros do Vale do Paraíba a E. F. do Norte (ou E. F. São Paulo-Rio), que abriu o primeiro trecho, saindo da linha da S.P.R. no Brás, em São Paulo, e chegando até a Penha.
E.F. Dom Pedro II: Em 12/05/1877, chegou a Cachoeira (Paulista), onde, com bitola métrica, encontrou-se com a E.F. Dom Pedro II, que vinha do Rio de Janeiro e pertencia ao Governo Imperial.
A unificação: Em 1889, com a queda do Império, a E.F.D.Pedro II passou a se chamar E.F. Central do Brasil, que, em 1890, incorporou a E.F. do Norte, com o propósito de alargar a bitola e unificá-las.

A ESTAÇÃO:

Inauguração: A estação de Roseira foi inaugurada em 1877 pela E. F. do Norte. Local: A estação deveria ter sido construída junto a onde era a vila na época, um bairro do município de Guaratinguetá.

Hoje a estação está fechada, ocasionalmente com vagões ou guindastes estacionados em seus desvios.